8 Passos para Transformar seu Cérebro em Uma Máquina de Aprendizado

Você acha que a sua capacidade de memorização está boa? Se a resposta é sim, há muito o que comemorar, principalmente porque com o passar dos anos, é normal que haja uma perda na memorização das informações.

Porém, caso esqueça de maneira constante de muitas coisas ou informações, mesmo que sejam as mais simples do dia a dia, a sua memória não está nada em dia. Esquecer o nome de uma pessoa conhecida, não lembrar onde está um objeto que guardou há pouco tempo, são sinais que indicam que estamos mal na capacidade de memorização.

Se você está convivendo com este problema, saiba que existem sete passos para transformar o seu cérebro em uma máquina de aprendizado, e assim deixar de ser tão esquecido.

Como as nossas memórias estão “presentes” em nosso cérebro?

Por meio das ligações existentes nos nossos neurônios, as memórias se criam no cérebro humano. Estas ligações são conhecidas também como “sinapses”. Porém, se não há um reforço na memorização de alguma informação recebida, logo ela será esquecida, pois não ocorre o fortalecimento destas sinapses.

Por sua vez, se uma informação recebida é muito importante, o melhor que deveria acontecer seria o cérebro memorizar o fato por muito mais tempo. O órgão responsável pela memorização ajuda a criar conexões entre o que aprendemos com o que já temos registrados na nossa memória, para que algo recebido não se perca para sempre.

Um bom exemplo. Se você estudar antes de dormir, tem muitas chances de conseguir guardar todo este conteúdo, por estar aprendendo com uma rotina adequada, sem estar desgastando a sua mente na hora de aprender.

Por outro lado, se resolver passar a noite acordado, debruçado em diversos livros só porque tem uma prova no outro dia, é uma ideia péssima. Seu cérebro não vai conseguir armazenar todas as informações que você está tentando memorizar.

Isso acontece pelo fato de que, durante o sono, as memórias de curto prazo acabam se fixando na nossa mente. Ou seja, caso queira ir bem nos seus estudos, é melhor adquirir conhecimento periodicamente, e sem estudar de forma desesperada às vésperas de um importante exame.

É normal que as vezes esqueçamos de alguma coisa. O problema é quando o esquecimento passa a ser rotina, e não se encontra uma solução para memorizar mais. Mas nem tudo está perdido. Com os sete passos a seguir, você vai saber como melhorar a sua capacidade de aprendizagem.

As técnicas para melhorar a memorização do seu cérebro

Existem alguns fatores que podem prejudicar muito na capacidade humana de adquirir conhecimento e aprender mais. E mesmo que você não esteja exposto a problemas como dificuldade para dormir, ansiedade ou tomar remédios que lhe perdem a memória, com os passos a seguir, será possível ter mais capacidade de memorização.

1. Tenha boas noites de sono

Fixar memórias novas e informações adquiridas ao longo do dia acontece principalmente no momento em que dormimos, mais específico durante o sono REM, fase do sono onde ocorre o movimento rápido dos olhos. Assim, temos maior capacidade para adquirir mais conhecimento. Por isso não é nada recomendável você estudar horas antes de uma prova, pois você não vai consolidar aquela memória para se lembrar quando precisar.

2. Entenda as ideias mais básicas

Aprender algo novo pode ser muito complexo. E por causa disso, o melhor a ser feito é tentar entender as informações básicas em primeiro lugar, para assim conseguir aprofundar o seu conhecimento sobre o assunto.

3. Faça revisões diárias

Se a dificuldade em memorizar está te afetando, faça exercícios diários de revisão, a fim de enfatizar o que foi adquirido ao longo do dia antes de dormir.

4. Anote as informações que receber

Sempre ande com um bloco de papel ou caderno em aulas ou reuniões. Tente anotar tudo o que lhe for passado, ou o principal, como forma de memorizar mais.

5. Procure associar assuntos

Por exemplo, tente associar coisas em que você enxerga com objetos ou frases. É um método eficaz para relacionar assuntos com os quais está tentando aprender. Duas boas formas de fazer a associação é utilizar a estratégia do “palácio da memória” e também de “mapas mentais“.

6. Repita os nomes das pessoas que está conhecendo

Se está com problemas para lembrar dos nomes de pessoas com quem está conhecendo, procure repetir em voz alta cada nome que aprender. Isso vale também para outras informações que estiver recebendo.

7. Cuide da sua saúde

A capacidade da nossa memória é afetada por conta de problemas de saúde. Portanto, é importante cuidar do seu corpo e da sua mente. Isso poderá fazer toda a diferença na hora de adquirir mais conhecimento. Hábitos saudáveis simples podem fazer a diferença em seus estudos, como por exemplo: exercício físico, beber água com frequência, alimentação saudável, entre outras.

8. Utilize Métodos e Ferramentas

Muitos métodos e ferramentas já foram desenvolvidos e testados para facilitar o aprendizado. Quando você utiliza estas ferramentas você está emcurta seu caminho, pois você está colocando em sua rotina de estudos técnicas validadas, alguns exemplos: Mapas Mentais, Técnicas de Leitura Eficaz, Memorização, entre outras.

Então é isso, aproveite estas dicas simples que eu tenho certeza que irão fazer a diferença em seu dia a dia e em sua memória.

Deixe seu Comentário